Os resultados revelaram que ter diabetes aumenta significantemente o risco de desenvolver a impotência sexual. (iStock/Getty Images)´

De acordo com um novo estudo, publicado no periódico científico Diabetic Medicine, a disfunção erétil afeta mais da metade dos homens com diabetes. Ao todo, 52,5% homens diabéticos sofrem com a condição. Do total, segundo a pesquisa, 66,3% possuem diabetes tipo 2 e 37,5% do tipo 1.

Estudos anteriores já indicaram que a diabetes pode comprometer os nervos e vasos sanguíneos necessários para a ereção. Agora, os pesquisadores acreditam que os novos resultados podem incentivar os homens que sofrem de diabetes a fazer exames e a buscar intervenções para o problema.

O estudo
Pesquisadores da Universidade de Padova, na Itália, analisaram dados de 145 pesquisas que estudaram a relação entre a diabetes e a disfunção erétil. No total, 88.577 homens com os tipos 1 e 2 da doença participaram do levantamento.

Os resultados revelaram que ter diabetes aumenta significantemente o risco de desenvolver a impotência sexual.

Disfunção erétil

A dificuldade em manter a ereção ocorre por causa do comprometimento dos vasos sanguíneos, independente da produção de hormônios e dos estímulos suficientes. No entanto, ainda não se sabe por que os que possuem o tipo 2 da doença são os mais afetados.
Veja


Disfunção erétil ocorre em metade dos homens com diabetes

Marcadores: ,

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.