Um grupo internacional de cientistas acaba de identificar, na província chinesa de Shaanxi, o Saccorhytus, uma criatura que mede 1 mm de comprimento e teria vivido há 540 milhões de anos. Seria o deuterostômio (categoria biológica que inclui alguns animais que se assemelham por aspectos embrionários peculiares) mais antigo do qual há evidência.

O habitat do Saccarhytus seria a areia do fundo do mar. Sua pele, fina e flexível, indica que ele possivelmente teria músculos, utilizados para que se deslocasse pela água com movimentos oscilantes. Grande parte de seu corpo era formada por uma boca, através da qual, acreditam os investigadores, ele também evacuava, já que não foi encontrado nenhum indício de que possuísse um ânus.

A descoberta desse espécime particular poderá modificar a história da evolução humana.


Fonte: BBC
Imagem: Nature - Simon Conway Morris / Jian Han


Criatura sem ânus pode ter sido ancestral do ser humano

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.