Oriunda do cruzamento entre o caracal selvagem e gato abissínio, caracat é considerada atualmente a raça mais rara e cara do mundo
No momento, apenas 30 espécimes existem, com cada um custando cerca 1,5 milhão de rublos russos, ou 23.400 dólares, de acordo com informações da Oddity Central.

O caracal selvagem é reverenciado por sua beleza e elegância desde os primórdios. No antigo Egito, era comum que fossem embalsamados e enterrados junto aos faraós, bem como eram retratados em diversos murais. Na China, por outro lado, os imperadores costumavam entregá-los como presentes especiais.

Atualmente, os amantes de gatos ainda são fascinados pelo caracal selvagem e algumas poucas empresas o vendem como animal doméstico. No entanto, os de raça pura podem se tornar agressivos, mesmo se viverem entre humanos por gerações, razão pela qual o caracat foi criado em 2007.

Os caracats podem crescer até 50 centímetros de altura e pesar até 15 kg. Os felinos da primeira geração desses híbridos possuem orelhas pretas distintas, garras longas e afiadas, além de um miado diferente do que conhecemos. Esses traços desapareceram com a segunda geração, uma vez que alguns proprietários optam por retirar as garras dos animais, embora a maioria dos criadores não concorde com a ação por razões éticas.

Considerada uma raça extremamente rara e controversa, de acordo com Ruptly TV, da Russia Today, atualmente há apenas 30 exemplares no mundo. O motivo disso que é a mistura entre os dois felinos é muito difícil de ser feita. Enquanto o caracal selvagem pode pesar cerca de 30 quilos, um abissínio doméstico chega a apenas 20, de acordo com a criadora Jacquie Barnes-Hookey. “Por causa da diferença no tempo de gestação, os filhotes raramente sobrevivem”.

“É um animal surpreendentemente belo, mas cruzar intencionalmente uma espécie de uma forma que não esteja inclinada a cruzar ‘au naturale’, é uma forma errada de alinhamento genético”, disse ela acrescentando que o cruzaemtno não natural sempre pode dar errado.

Ainda, assim como ocorre com qualquer outro híbrido exótico, os proprietários de caracats têm que considerar outros problemas, que incluem defeitos genéticos que podem fazer com que os animais se tornem incapazes de digerir alimentos adequadamente, resultando em doença inflamatória intestinal, possibilidade de morte após vacina contra a raiva, tendência de comportamento agressivo e urina pungente.

Contudo, tais problemas parecem não afetar a popularidade da raça. De acordo com Anastasia Timokhina, uma proprietária que mora em São Petersburgo, na Rússia, o preço de um pode chegar a até 1,5 milhão de rublos no país. “Nós compramos um por um milhão de rublos, porque encomendamos e esperamos nascer”, disse. “Toda nossa família ama gatos e queríamos algo exótico, incomum”, revelou. “Consideramos gatos selvagens, como caracal e serval, mas eles não são tão mansos”.

Na Rússia, a espécie é popular entre os proprietários, considerando que todos os 30 existentes habitam no país. 

Fonte: Jornal Ciência




Conheça a raça de gato mais rara e controversa do mundo

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.