G1 - Uma vereadora foi presa no Rio Grande do Sul no caso que está ficando conhecido como escândalo do papel higiênico. Ela é suspeita de desviar toneladas de produtos comprados com dinheiro público para instituições sociais que atendem criancinhas. Mais de 1 mil rolos de papel higiênico, 100 litros de detergente e 200 quilos de carne. E isso é só uma parte do que foi encontrado na casa da vereadora Luciana Kubiaki, do PSD, em Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

"O que chamou a atenção, justamente, pelo fato de estar na residência uma quantidade grande, significativa de material de higiene, material de limpeza, material de escritório, inclusive brinquedos", disse a delegada da Polícia Civil Sabrina Teixeira. A polícia suspeita que o material tenha sido desviado da Secretaria de Assistência Social durante os oito anos em que Luciana comandou a pasta.

Entre os produtos apreendidos na casa da vereadora, tinham caixas cheias de materiais de escritório, identificadas por uma etiqueta que mostra que o destinatário era a Prefeitura Municipal de Guaíba. Foi através desta identificação que a polícia rastreou a origem do produto e chegou às empresas, que confirmaram que o comprador era mesmo o município de Guaíba.

A vereadora foi presa na tarde de segunda-feira (23). Segundo a polícia, os produtos deveriam ser destinados a três instituições que cuidam de crianças e adolescentes em situação de risco. "Constatamos que nessas casas de acolhimento havia falta de material, e por exemplo, reclamando que há meses não comiam carne, pela falta de fornecimento da Secretaria da Assistência Social", afirmou a delegada Sabrina Teixeira. O advogado da vereadora disse que os produtos foram comprados por Luciana e o marido, que pretendiam reabrir uma pousada da família.


Vereadora é presa por desviar até papel higiênico de instituições sociais

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.