A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu que todos os países monitorem de perto surtos da gripe aviária em aves, notificando rapidamente as autoridades em caso de algum sinal da doença em humanos que poderia sinalizar o início de uma pandemia.

Diferentes linhagens da gripe aviária têm se espalhado pela Europa e Ásia desde o final do ano passado, levando a um abate de aves em larga escala em alguns países e algumas mortes de humanos na China.
Segundo a OMS, aproximadamente 40 países relataram novos surtos de infecção em aves pelo vírus Influenza desde novembro.

— A distribuição geográfica acelerada destes surtos e o número de linhagens do vírus circulando conjuntamente hoje colocaram a OMS em um nível de alerta alto — afirmou a diretora-geral da organização, Margaret Chan.

Ainda segundo Chan, o mundo está mais preparado para uma pandemia de Influenza do que a ocorrida entre 2009 e 2010 — “mas com certeza não totalmente”, destacou.

Na China, houve um “aumento repentino e profundo” de casos em seres humanos do H7N9 desde dezembro, e a OMS não foi capaz de descartar uma disseminação humano-humano em dois casos, apesar de não ter sido detectada disseminação sustentada até o momento, afirmou Chan.

De acordo com uma regulação internacional, os 194 Estados-membros da OMS devem detectar e relatar casos de surtos rapidamente.
— Não podemos sustentar uma perda de sinais precoces — alertou Chan.

 A delegação chinesa, presente em um encontro da organização em Genebra, afirmou que seguirá suas obrigações em comunicar e responder a qualquer surto.

O Globo


OMS pede atenção mundial à gripe aviária

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.