No fim da tarde deste último sábado (21), uma jovem foi abusada sexualmente por três jovens que transmitiram o #Crime online pelo Facebook, em Uppsala, Suécia. O caso chocou os internautas e as autoridades locais do município que tem cerca de duzentos mil habitantes e fica nas proximidades da capital Estocolmo.

Além de cometerem o crime os homens, fizeram questão de divulgar as imagens ao vivo enquanto violentavam a jovem. Para piorar as cenas foram veiculadas online por cerca de três horas até que alguém denunciasse à #Polícia o que estava acontecendo. Na expectativa de que não seriam pegos, pensando que estariam blindados pelo anonimato da internet, os criminoso exibiam armas de grande calibre, enquanto abusavam da mulher. Além de ser estuprada, ela foi duramente agredida e de acordo com as cenas de terror chegou a perder a consciência.

Ela teve as roupas rasgadas, e os três bandidos revezavam de maneira cruel a vez para abusarem da garota. Os internautas que assistiam assustados a tudo começaram a denunciar e a questionar o que estavam vendo, um chegou a comentar que o que os três estavam fazendo era desumano e que não tinha explicação o tamanho da violência que estavam submetendo a garota.

No entanto, tudo teve fim, somente quando uma das pessoas que assistiam às imagens, uma jovem de 21 anos identificada como Josefine Lundgren ligou para a polícia, que conseguiu rastrear o grupo através da conta na rede social. Os agentes foram até o local onde a mulher era mantida refém, e conseguiram chegar a tempo de interromper a transmissão e resgatá-la com vida.

Os três foram presos e levados até a delegacia e podem responder pelo crime de sequestro, cárcere privado, e estupro. Um serviço pericial vem sendo realizado na residência onde tudo aconteceu, e os investigadores ainda devem receber os laudos para maiores conclusões sobre o crime. Os criminosos não tiveram a identidade revelada, mas ao que parece têm entre 20 e 30 anos.

A polícia orienta que quem tiver cópia das imagens terríveis devem entregar às autoridades, e não continuar a divulgá-las. Esse caso mostra a necessidade séria de regulamentação do que é veiculado nas redes sociais. Além disso, reforça a vulnerabilidade a que as mulheres estão sujeitas, diante de mais um caso de abuso sexual e violência de gênero.

Com informações UOL


Mulher é estuprada por 3 homens que transmitiram tudo pelo Facebook

Marcadores: ,

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.