Madonna com uma versão preta do ‘pussy hat’ na Marcha das Mulheres realizada neste sábado em Washington – Jose Luis Magana / AP
Depois de um discurso polêmico durante a Marcha das Mulheres, que aconteceu esse sábado em Washington, Madonna explicou que suas falas foram “tiradas do contexto” e que eram apenas metáforas. Em seu discurso durante o protesto, Madonna direcionou palavras grosseiras aos críticos ao movimento, que mira em Donald Trump, novo presidente dos Estados Unidos.

“Aos nossos detratores que insistem que esta marcha nunca dará em nada, vão se foder”, disse a popstar, que depois repetiu a ofensa. Ela ainda declarou ter pensado em “explodir a Casa Branca” e mandou Trump “chupar um pau”, enquanto cantava “Human Nature”.

O discurso de Madonna foi criticado nas redes sociais e levou alguns canais de televisão a interromper bruscamente suas transmissões ao vivo da marcha, que atraiu centenas de milhares de pessoas em manifestações em todo o território norte-americano em protesto contra a eleição de Trump.

“Não sou uma pessoa violenta”, disse a cantora e compositora no Instagram. “Usei uma metáfora e compartilhei duas maneiras de ver as coisas – uma era ser esperançosa, e a outra era sentir raiva e indignação, o que senti pessoalmente”.

A Marcha das Mulheres reuniu cerca de 5 milhões de manifestantes em todo o mundo, segundo os organizadores. No entanto, ainda não há estimativas oficiais para o evento, mas o número de pessoas em Washington D.C., capital americana, ultrapassou claramente os 200 mil projetados pelos organizadores, preenchendo grandes trechos do centro da capital no entorno da Casa Branca.


O Globo

Madonna se defende após mandar Trump ‘chupar um pau’ na Marcha das Mulheres

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.