Anunciado como rival de Tim Boetsch no UFC 208, Ronaldo Jacaré segue sem entender a postura de Michael Bisping como atual campeão dos pesos-médios (até 84 kg). Em entrevista ao podcast do blog, o lutador brasileiro voltou a criticar a postura do inglês com o cinturão e contou os motivos que o fizeram assumir o risco para aceitar o combate contra o adversário conhecido pelas mãos pesadas.

“Ele (Bisping) corre de uma real luta, de uma real defesa de cinturão. Está atirando para todos os lados para não pegar um (lutador) top da divisão dos médios. Todo mundo sabe que ele não quer uma luta real da categoria. Ele está chocando o cinturão, igual uma galinha. Senta em cima do cinturão para ver se choca, não quer lutar”, atacou Jacaré.

A declaração é uma crítica ao comportamento recente de Bisping, que, após conquistar o título contra Luke Rockhold, defendeu o cinturão apenas contra Dan Henderson, lutador que estava quase aposentado antes de ganhar a oportunidade. Recentemente, o inglês cogitou uma possível superluta contra Tyron Woodley, atual campeão dos meio-médios (até 77 kg).

Sem lutar desde maio do ano passado, e agora atrás de Yoel Romero pela disputa do título, Jacaré optou por assumir o risco e voltar ao octógono contra Tim Boetsch, apenas o 13º colocado do ranking dos médios, em luta a ser realizada no próximo dia 11, em Brooklyn, Nova York (EUA).

”Encaro essa luta com bons olhos, é uma forma de não ficar parado. Todos os atletas que ficaram parados durante um espaço de tempo longo não voltaram bem. Principalmente os que esperaram por uma oportunidade de disputar o cinturão”, analisou. ”Sei que é um risco que estou correndo, mas é normal. Estou aqui para me arriscar e me manter na atividade”.

Mesmo muito abaixo de Jacaré no ranking dos médios (o brasileiro é o terceiro), Tim Boetsch era um dos únicos disponíveis para enfrentá-lo. Agora você me pergunta, mas e Gegard Mousasi, Chris Weidman, Luke Rockhold e até mesmo Michael Bisping? Jacaré explica.

”Não tem outro cara bem ranqueado para eu lutar. A luta seria com o Mousasi, mas não teria sentido, já que ganhei dele não faz muito tempo. Se nos colocassem para lutar de novo, não seria interessante para ninguém. Os outros adversário estão machucados. O Robert Whittaker, o Rockhold que está amarelando, já que está treinando (e alega lesão), o Weidman que sofreu um revés e talvez não volte tão cedo. A categoria está muito complicada”, finalizou.


UOL

Jacaré chama Bisping de “galinha” e Rockhold de “amarelão”

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.