A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) já concluiu a fase de testes dos quatro poços profundos construídos ao longo da BR-406, em Afonso Bezerra, que servirão como fonte de abastecimento para todas as cidades atendidas pelas adutoras Pendências/Macau/Guamaré e Sertão Central Cabugi, hoje abastecidas pela Barragem Armando Ribeiro Gonçalves. A vazão dos poços chega a 400 metros cúbicos por hora. A Caern investiu R$ 294 mil em recursos próprios para a pesquisa hidrogeológica e perfuração dos poços.

De acordo com o geólogo Marcelo Queiroz, chefe da Unidade de Apoio e Manutenção de Poços da companhia, agora a Caern vai pleitear os recursos para construir as interligações com as duas adutoras, localizadas em Pendências (Adutora Pendências/Macau/Guamaré) e em Angicos (Adutora Sertão Central Cabugi).

"Já sabemos que serão necessários 500 metros cúbicos/hora de vazão para a Adutora de Pendências e outros 500 metros cúbicos/hora para a adutora localizada em Angicos", explica Marcelo. Caso os recursos pleiteados sejam suficientes para contemplar as duas interligações, a Caern vai perfurar mais seis poços em Afonso Bezerra, a fim de completar a vazão necessária para atender todas as cidades.


ASSESSORIA DE IMPRENSA DA FEMURN

Caern investe em pesquisa hidrogeológica para ampliar oferta de água

Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.